Anuncie aqui   

  Segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019 - 1h30

 Webmail   Senha     
    Home  
    SERVIÇOS  
    Agenda  
    Cadastre seu currículo  
    Classificados  
    Contribuições  
    Cursos  
    Eventos  
    Façonistas  
    Notícias  
    Produtos da região  
    Webmail  
    Outros serviços  
    INSTITUCIONAL  
    Ações  
    Associe-se  
    Anuncie aqui  
    Clipping  
    Fale conosco  
    Galeria de fotos  
    Imprensa  
    Parceiros  
    Sinditec  
     
 
Sinditec On-line
  Nome
 
  E-mail
 

não quer mais
receber? clique aqui

 
     
 
Sinditec Online
 
Sumaré - Queda de energia afeta captação no Atibaia; DAE de Sumaré pede economia de água aos moradores
 
15/01/2015
 

 O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Sumaré informa que durante a forte chuva da noite dessa quarta-feira, 14 de janeiro, que atingiu boa pare das cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas), houve uma queda no fornecimento de energia elétrica nas proximidades da Estação de Captação do Rio Atibaia, interrompendo assim todo o processo de tratamento e distribuição realizado pela ETA (Estação de Tratamento de Água) 2, do Parque Itália. Os fortes ventos chegaram a derrubar árvores e prejudicar postes elétricos situados nas proximidades da Captação.

Tão logo o problema foi detectado pelos técnicos da autarquia municipal, a concessionária dos serviços de energia, a CPFL Paulista foi acionada, e a retomada no fornecimento ocorreu ainda na madrugada desta quinta-feira, dia 15.

No entanto, como acontece nestes casos, mesmo após esta retomada do fornecimento de energia, o DAE adianta que o reabastecimento nas regiões afetadas (aquelas atendidas pela ETA 2) só será normalizado gradualmente, até que se alcance novamente a pressão nas redes e o nível dos reservatórios dos bairros – o que só deve ser ocorrer em torno de 24 horas após o religamento das bombas.

Além disso, é esperado que a pressão da água voltará ao normal com maior rapidez nos pontos mais baixos dos bairros das regiões do Maria Antonia, Matão, Área Cura, Picerno e Nova Veneza, enquanto os pontos mais altos e de “ponta de rede” levarão mais tempo para ter o abastecimento normalizado.

ECONOMIA

Para minimizar os transtornos, o DAE aconselha que a população economize a água dos reservatórios domésticos (caixas d’água). Durante esta suspensão, o DAE também orienta que a água seja consumida de forma moderada, ou seja, privilegiando o consumo humano e evitando todo tipo de desperdício – e esta economia deve ser feita tanto por quem mora nas partes mais altas quanto, inclusive, por aqueles que moram nos locais mais baixos.
O DAE, preocupado com o bem estar da população sumareense, pede a compreensão pelos transtornos causados pelas chuvas e se coloca à disposição dos consumidores através do telefone gratuito do seu Canal Direto, o 0800-151025.
Mais informações serão prestadas pela autarquia à comunidade conforme estiverem disponíveis.
Para auxiliar os moradores de Sumaré a economizarem, o Departamento Técnico do DAE fez uma lista de medidas simples, que podem ser seguidas em casa pelos consumidores:
• Não use “vassoura hidráulica” (o uso contínuo da mangueira) para lavar calçadas • Não lave veículos • Não deixe as torneiras abertas sem necessidade • Se possível, instale torneiras automáticas; elas diminuem o gasto de água em até 70% • Evite banhos muito demorados • Desligue o chuveiro enquanto ensaboa o corpo • Use um regador para molhar plantas e gramados • Aproveite toda a capacidade (em quilos de roupas) do “tanquinho” ou lavadora a cada lavagem • Só use a máquina lava-louça quando ela estiver na capacidade máxima • Feche a torneira enquanto escova os dentes ou, se possível, use um copo d’água • Feche a torneira enquanto faz a barba • Faça manutenções preventivas em torneiras, válvulas de descarga e boias de caixas d’água • Limpe pratos, copos, talheres e panelas, removendo os restos a seco, antes de começar a lavá-los • Não jogue absolutamente nenhum tipo de lixo sólido no vaso sanitário • Verifique se tem alguma torneira pingando. Parece pouco, uma simples gotinha de água pingando consome 46 litros de água por dia, ou o equivalente a 1.380 litros por mês
Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Sumaré

 
 

Voltar

 
       
   

SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE TECELAGEM, FIAÇÃO, LINHAS, TINTURARIA, ESTAMPARIA E BENEFICIAMENTO DE FIOS E TECIDOS DE AMERICANA, NOVA ODESSA, SANTA BÁRBARA D’OESTE E SUMARÉ
Avenida Rafael Vitta, 1.073 | São Domingos | Americana - SP | CEP 13465-436
Fones: (19) 3407-1050 | 3405-8996 | 3406-8161 | E-mail:
sinditec@sinditec.com.br

© 2009/2019 Sinditec - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por
Net Exata